POSTAGENS RECENTES NO BLOG

MADRUGADA (OUTRA VEZ MADRUGADA)

FotoFoto

É no silêncio das luzes apagadas
Quando dou espaço pro nada
Que ouço meu coração dizer:
"Pulso, pulso, pulso
Pulso pra você sobreviver!"

Não desista, feche a porta
Feche as janelas
Desligue a TV

Não deixe entrar na sua casa
Os cadáveres dos degolados
Os homens mal intencionados
As luxuriosas aparências

Vida, se constrói do nada
Do pó surge e ao pó retorna
Mantenha a casa bem fechada
Entrega ao bom anjo o sono
Repousa, mulher, é madrugada.
Sandra May

2 comentários

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail