POSTAGENS RECENTES NO BLOG

(RE) OLHAR O QUE O TEMPO LEVA

Bom dia, a todos!
A partir dessa postagem vou me afastar temporariamente do blog.. Espero retornar o mais breve possível, e, já até estou com saudades dessa gente que eu quero bem!
Na medida do possível visitarei e comentarei as postagens novas...desde já, um abraço em todos e todas. 


Este poema eu escrevi no ano de 2015 conforme o LINK
Fiz esta arte lá no google drive, que super curto, embora não tenha prática e conhecimento suficiente pra fazer um trabalho de excelência...mas importante é tentar, né? rsrs!


"Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado."
Mário Quintana

Esta postagem faz parte do projeto REOLHAR A VIDA, do blog Elaine Gaspareto. Esses projetos ajudam a gente a ter disciplina, desenvolver a criatividade e promover a inclusão...gosto muito e não gostaria de interromper, mas, no momento é necessário.
Até breve!
Sandra May 

SILENCE

Já fazia um tempo que não postava nenhum texto autoral, mas hoje saiu alguma coisa, resultado das minhas reflexões existenciais.

" Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector


Ouvi no silêncio, num silêncio profundo
 a voz de um coração
a voz do vento
das crianças
do vácuo

 Ouvi  no silêncio, num silêncio profundo
a voz de um coração
a voz das chuvas
das muitas águas
do trovão

Ouvi no silêncio, num silêncio profundo
a voz do meu coração
das ondas sonoras, de rádio, do mar...
das ondas mecânicas  e eletromagnéticas
...dos átomos

Porém, quando ouvi a voz do Silêncio
a voz do Silêncio profundo
humildemente contrito 
me prostrei em adoração!
Sandra May




Antes de sair, deixe seu comentário, crítica ou sugestão. Você me ajuda a construir este blog, obrigada!
Sandra May

(RE) OLHAR V / MEU DEUS, ME DÊ A CORAGEM

Vênus e Cupido

Resultado de imagem para sebastiano ricci
Sebastiano Ricci


Meu Deus, me dê a coragem 
de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites, 
todos vazios de Tua presença. 
Me dê a coragem de considerar esse vazio 
como uma plenitude. 
Faça com que eu seja a Tua amante humilde, 
entrelaçada a Ti em êxtase. 
Faça com que eu possa falar 
com este vazio tremendo 
e receber como resposta 
o amor materno que nutre e embala. 
Faça com que eu tenha a coragem de Te amar, 
sem odiar as Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo. 
Faça com que a solidão não me destrua. 
Faça com que minha solidão me sirva de companhia. 
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar. 
Faça com que eu saiba ficar com o nada 
e mesmo assim me sentir 
como se estivesse plena de tudo. 
Receba em teus braços 
o meu pecado de pensar. 

Clarice Lispector

Clarice Lispector  LISPECTOR, C. Um Sopro de Vida (Pulsações) . Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira. 3ª edição. 1978.


Único é o homem. Este homem que ignorando a completude do seu ser, vive em busca do que nele sobra. 
Sandra May

Esta postagem faz parte do projeto Reolhar a vida, do blog Elaine Gaspareto.





(RE) OLHAR IV / O MEIO AMBIENTE

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido na conhecida Conferência de Estocolmo e passou a ser comemorado todo dia 05 de junho. (Brasil Escola)
No entanto, todo o mês de junho é dedicado às campanhas de conscientização para a preservação dos recursos naturais.
Amanhã termina o mês, mas precisamos estar atentos às nossas atitudes com relação aos cuidados com a natureza., afinal, essa é a nossa unica casa, não temos alternativa! 

Faz 1 ano que escrevi sobre o meu amor e cuidado com a "Mãe Terra". Foi no dia 20 de junho de 2017 e o poema tem por título "GAIA PRECISA DE CUIDADOS ESPECIAIS". Esse é meu reolhar da semana, espero que gostem da minha arte, apesar de considerar que já fiz melhores rsrs!
Todos estão convidados a visitar a postagem original do poema, é só clicar no link.
Beijos e até a próxima semana, se Deus quiser!
Sandra May

Gaia precisa de um olhar especial
Imagem gratuita Pixabay com texto autoral

Imagem da internet

Imagem da internet

Esta postagem faz parte do projeto, reolhar a vida, do blog Elaine Gaspareto.



(RE) OLHAR III / A INFÂNCIA


A Praça Nossa Senhora da Paz fica situada no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro. Como quase toda praça ela está diante de uma igreja, do mesmo nome.
Em criança, quando meus pais me levavam ao Rio, mais precisamente à Ipanema, me levavam a brincar nas praças: na Nossa Senhora da Paz, e outras vezes na Praça General Osório. A distância entre as duas é de 3 quadras.
Era tudo bem diferente num passado próximo...Atualmente, as duas abrigam estações de metrô e tem espaços separados para crianças, cães e idosos. O que não está separado pelas grades de ferro, acredito que seja o espaço comum.
 Antes, as praças eram dos namorados e das crianças...eram, mas a vida segue seu ritmo. Não tem mais carrocinha de pipocas nas praças, não tem mais balões coloridos...mas as crianças, pelo menos em Ipanema, ainda podem brincar nas praças.
Um dia desses fui levar a cadelinha, da minha filha, pra interagir lá no espaço pet, da Praça General Osório, que delícia! Os cães brincam e os "papais e mamães" acabam se conhecendo e conversando entre si. Os idosos, a maioria em suas cadeiras de rodas, acompanhados por cuidadoras e cuidadores, impecavelmente vestidas de branco, tem os olhos postos no vazio enquanto seus acompanhantes conversam e falam ao celular. As criancinhas me levaram a reolhar a minha infância. Senti uma imensa alegria e passei a fotografar a nova Praça Nossa Senhora da Paz. São novos tempos!

Como era e como é linda a minha querida praça! 

Todas as imagens da praça são de minha autoria.





 




Esta postagem faz parte do projeto REOLHAR a vida, do blog Elaine Gaspareto.

Painel Reolhar a Vida

Até a próxima semana. Obrigada pela visita e espero que tenham gostado...bjs, gente!


(RE) OLHAR II / SOBRE O TEMPO

Algumas palavras definem bem o tempo

Gasto

"Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de abraçar e tempo de afastar-se; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz."
( Eclesiastes ) 

"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo."
( Mário Quintana ) 

Esse foi meu reolhar da semana: o tempo, que não para, mas segue sempre deixando suas pegadas...
Tá lá, no blog, Elaine Gaspareto, esse e outros (re) olhares da semana. 

Desejo a todos e todas uma semana maravilhosa!
Sandra May