POSTAGENS RECENTES NO BLOG

LABIRINTO

É dia de luto
Vida sem cor
O corpo doído
A alma penada
Um vazio de amor

Comemora-se o fim
De qualquer dignidade
Um golpe fatal
Em nome da santidade

Crente que acredito
Mas não passa de mito
É dragão
Fogo do inferno
Arrastando almas
De bocas malditas
Ouvidos lacrados
Corações a zero grau
Que veementemente proclamam:

"Os vermes, pro lixo
Aos vermes, a foice
A fossa, o fosso
O poço sem fundo
A porta sem saída
Caminho sem volta"
O Labirinto de Minotauro

Toda a sujeira varrida
Em vida morta e esquecida
Permanecerá sob o tapete vermelho
De sangue
Bem pisado!
Sandra May

A primeira imagem é autoral e a segunda, pesquisada na internet




Thumb Minotaur


Nenhum comentário

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...