POSTAGENS RECENTES NO BLOG

Bendita loucura

"A arte de ser louco é jamais cometer a loucura de ser um sujeito normal".
Raul Seixas

Retornando com a loucura de um lindo "fado" e a realidade dos sonhos. Estou feliz porque você está aqui. Vamos a 2016 com as esperanças renovadas??? Então, prossigamos juntos!



Sou do fado
Como sei
Vivo um poema cantado
De um fado que eu inventei
A falar
Não posso dar-me
Mas ponho a alma a cantar
E as almas sabem escutar-me

Chorai, chorai
Poetas do meu país
Troncos da mesma raIz
Da vida que nos juntou
E se vocês não estivessem a meu lado
Então não havia fado
Nem fadistas como eu sou

Nesta voz tão dolorida
É culpa de todos vós
Poetas da minha vida
A loucura, ouço dizer
Mas bendita esta loucura de cantar e sofrer

Chorai, chorai
Poetas do meu país
Troncos da mesma raíz
Da vida que nos juntou
E se vocês não estivessem a meu lado
Então não havia fado
Nem fadistas como eu sou

E se vocês não estivessem a meu lado
Então não havia fado
Nem fadistas como eu sou

Link: http://www.vagalume.com.br/mariza/loucura.html#ixzz3vrH9LIol



2 comentários

  1. Boa noite, Sandra e bons ventos que nos levem aos sonhos!Que coisa mais linda, que bela maneira de iniciar uma nova etapa! Adorei!
    Como não conheço a canção, coloquei uma e fiquei aqui, a cantarolar com sotaque de Além Tejo...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Edward. Que bom que gostou, assista o vídeo que é muito bom!
      abraços.

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail