POSTAGENS RECENTES NO BLOG

Minimalist

"Minha vida é a capacidade de desconstruir e recuperar; transito livremente entre esses opostos."
Sandra May

Sombras, luz, mãos, parede

A  literatura minimalista é caracterizada pela economia de palavras. Os autores minimalistas evitam advérbios e preferem sugerir contextos a ditar significados. Espera-se dos leitores uma participação ativa na criação da história, pois eles devem “escolher um lado” baseados em dicas e insinuações, ao invés de representações diretas. Os personagens de histórias minimalistas tendem a ser banais, comuns, inexpressivas, nunca famosos detetives ou ricos fabulosos. Geralmente, as histórias são pedaços da vida.
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

2 comentários

  1. Passando para uma visitinha, à propósito estou participando do show de kits. BjusLuz!
    www.blogdakassinhagomes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail