POSTAGENS RECENTES NO BLOG

SERENIDADE




Quem me dera
ah, quem me dera
ter a aceitação das árvores...!

No outono elas deixam cair suas folhas
suaves e humildes, rumo ao chão.

Ah, eu sofro de véspera
sinto a ira de Hera
e por isso sofro de úlcera.
Sandra May


Nota: Há algumas postagens passadas eu disse que no momento seria "leitora." Pois bem. 

Ao dar inicio a este blog em 2011, não sabia bem o que estava fazendo e nem as consequências que o mesmo traria pra minha vida. Quando me dei conta de que não sabia nem quantos textos eram autorais, senti a necessidade de me organizar e, foi assim que criei o blog "Teu Nome é Mulher", onde estou postando somente os meus poemas e pequenos contos. 
Comecei a fazer os registros em ordem cronológica, das mais antigas para as atuais, e no momento estou transferindo as postagens do ano de 2015 (ainda, rs!).
Isso tudo pra dizer que estou "fechando" Letras Que Se Movem. Concluo esse trabalho aqui, grata aos amigos que fiz, ao apoio e colaboração desses mesmos amigos, a tudo que tive oportunidade de aprender e quem sabe, um pouco ensinar...
Contabilizei mais ou menos 300 textos autorais, entre poemas e mini contos. Alguns avaliei como bons, outros ruins.  Uns três ou quatro me encantaram!!! 
Como foram escritos estão sendo publicados em "Teu Nome é Mulher," onde continuarei postando apenas os textos autorais. 
Você me dará muita alegria em conferir e dar sua opinião...afinal, você me ajudou a construir este blog,, e, pude conhecer uma outra pessoa em mim mesma. Uma pessoa melhor!
"Serenidade" é o último poema escrito em Letras Que Se Movem. Porque tudo tem inicio e fim. Fim que quase sempre é um outro começo.

Como a primeira postagem de Letras Que Se Movem, Sandra por Sandra tem uma foto minha, vou terminar como dei início, fechando assim o ciclo. Espero que tenham gostado...é isso...
Abraços e beijos em todos!
Sandra May





9 comentários

  1. Olá Sandra, de fato em certos momentos sentimos necessidade de manter tudo mais organizado possível.
    Parabéns pelos seus mais de 300 textos autorais nesse blog, já sigo seu outro blog e vou acompanhar suas publicações, sucesso sempre!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Franciele!
      Você também me ajudou a construir este blog.
      Sucesso em Achei e Rabisquei...
      Bjs

      Excluir
  2. Bela poesia, sou bastante ansiosa e também sofro de véspera haha
    Vou com certeza ver seu outro blog, um ciclo de muito sucesso se inicia!

    http://umavidaemandamento.blogspot.com.br/2017/05/3-favoritos-de-abril-ta-meninas.html

    ResponderExcluir
  3. Olá, Sandra!
    Parabéns por esse lindo espaço que você construiu, afinal, talento é o que não falta! Certamente, estarei te acompanhando sempre.

    Beijos!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá Sandra! Que linda poesia. Ha! Quem me dera
    ah, quem me dera
    ter a aceitação das árvores...!
    Com certeza seria mais conformada e não reclamaria da vida. Lindo!
    Amiga, o Dia das Mães é uma data comemorativa em vários países do mundo. A festa não tem a mesma data em todos os países. Aqui no Brasil, o segundo domingo de maio é dedicado as mães. Na verdade, todos os dias são dedicados as mães. Todos os dias e todas as horas, depois que os filhos nascem, as mães vivem para eles.
    Mãe é poesia, tons, pausas, letras... Dona de um amor que se recicla e nunca é desperdiçado. Colo de mãe: o melhor remédio para todas as idades.
    Para quem é mãe ou para sua mãe, desejo que no próximo domingo o verdadeiro presente seja o amor! O amor verdadeiro que dure a vida toda.
    Abraços da amiga, Lourdes Duarte.
    http://professoralourdesduarte.blogesus as abençoe sempre.spot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, professora Lourdes.
      Beijos!

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...