POSTAGENS RECENTES NO BLOG

QUANDO AS AVES VOAM


Quando as aves voam
Imigrando ao infinito
Eu me vejo tão perdido
Que agregado as sigo em vão...

Quando as aves voam
Vou aos poucos percebendo
Que mesmo essas hábeis aves
Se cansam ao voar contra o vento

Quando as aves voam
Batem-me as asas da esperança
De volver quem sabe um dia
Onde a consciência deixou a criança...

Quando as aves voam
E no firmamento pontos vão tingindo
Estreitam o horizonte aos meus olhos
Que as estavam perseguindo.

Mas eu também posso voar
Quando dou asas aos sentidos
E assim posso ver tantos horizontes
Quanto tenho perdido...
Valter Moreno

Quando as aves voam, infinito, agregado
O autor 

4 comentários

  1. Olá Sandra,

    estão de parabéns vocês dois: Ele pela competência poética e você por escolher tão sabiamente.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada e um abração Petropolitano!!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo Sandra....boa escolha.....beijocas

    ResponderExcluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...