POSTAGENS RECENTES NO BLOG

MÃE


De tantos dias esperando
Incansavelmente não perdeu a fé
De chegar não se sabe onde
De encontrar-se com quem não se sabe quem
Assim os dias foram passando...
Moídos com mãos pacientes
Desfiados um a um.

E tantos tempos foram passados
Que sua pele enrugou-se em vincos
Como sulcos de terra seca
Como verniz velho, craquelado
Como das árvores muito velhas
As velhíssimas árvores avós.

E os sonhos?
Ah, os sonhos!
Aqueles, se mantiveram intactos e preservados
Havia bebido da fonte da juventude
Porque ela conhecia o segredo.

Das lembranças ?
Guardava as bandeiras brancas 
Tremulantes em varais ao vento
Roupas enxaguadas em água de anil
Coisas do passado.

E dos dias de luta, restou a paz
Da certeza do papel cumprido
Dos travesseiros livre dos espinhos
E dos lençóis de algodão.

Assim dormiu
Deixando meu coração tão vulnerável e oco
Assim dormiu
Em começo de noite
Deixando minha vida em parcial eclipse
Congelado momento
Assim dormiu minha mãe,
Assim dormiu a minha Mãe.

Sandra May

11 comentários

  1. Respostas
    1. Que desabafo....
      Isso é Calmante...
      é força...
      é vida...
      e Amor.

      Excluir
    2. Gislene, quando comecei o blog pouco sabia, inclusive sobre os comentários, e é por isso que estou respondendo 3 anos depois que vc comentou...Vim aqui pra reler e encontrei seu comentário. Bjs e tudo de bom pra vc.

      Excluir
  2. Um poema maravilhoso.

    Passando para informar que estarei excluindo os blog Blogueiros que pensam e Cidadão informado, consegui recuperar meu blog que havia sido roubado então vou concentrar tudo somente em um lugar, caso não seguia fica o convite para conhecer, se tiver por ventura feito a gentileza de divulgar entre os blogs que indicava e seguia peço que troque o link antigo pelo atual e se desejar fazer parceria é só avisar, tenha um bom final de semana e feliz dias das mães.

    Café entre Amigos.
    http://www.cafeentreamigos.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Sandra, vim conhecer o teu blog e gostei muito!
    Adorei teu poema, é realmente emocionante quando lembramos detalhes do cotidiano junto de nossas mães.
    Sensível poesia! Te sigo! Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Alô, Sandra!
    Comovente, terno e envolvente, MÃE é o retrato de um sentimento chamado saudade. Muito belo! Parabéns! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edward, se eu soubesse que doía tanto!!! frase de um compositor...
      Bjs

      Excluir
  5. Triste amiga! Verdadeiro,intenso e lindo!!!
    Sem palavras, não tem adjetivo que traduza o que escreveu, me tocou.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ciana, esse NEGÓCIO de mãe é muito complicado...nem tenho palavras pra responder ao seu comentário.
      Obrigada, beijos!

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...