POSTAGENS RECENTES NO BLOG

TEMPESTADE


Imagem: Pixabay
Tempestade... O desgrenhamento
das ramagens... O choro vão 
da água triste, do longo vento
vem morrer-me no coração.

A água triste cai como um sonho,
sonho velho que se esqueceu...
( Quando virás, ó meu tristonho
Poeta, ó doce troveiro meu!...)

E minha alma, sem luz nem tenda,
passa errante, na noite ,`
à procura de quem me entenda
e de quem me consolará...

Cecilia Meireles

2 comentários

  1. Oi Sandra! É na tempestade que descobrimos o quanto somos fortes e nos reencontramos! Amiga fiquei muito feliz pelo selinho, e claro que vou leva-lo para o blog, assim que conseguir. Quero agradecer muito o carinho, isso não tem preço. Te desejo muito sucesso e continue sempre em frente com sua jornada.
    Tenha um final de semana abençoado!
    Beijos

    http://podernasmaos-podernasmaos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras. Sempre reflito sobre seus comentários...Quanto ao selinho, foi feito com muito carinho e espero que através dele você receba visitas em seu blog, já que vai ficar sempre na minha sider bar e linkado. Você merece, assim como a chica e Maria Teresa Valente.
      Tenha um ótimo final de semana!

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail