POSTAGENS RECENTES NO BLOG

ENTRE O SONO E O SONHO

Entre o sono e sonho, 
Entre mim e o que em mim 
É o quem eu me suponho 
Corre um rio sem fim. 

Passou por outras margens, 
Diversas mais além, 

Naquelas várias viagens 
Que todo o rio tem. 

Chegou onde hoje habito 
A casa que hoje sou. 
Passa, se eu me medito; 
Se desperto, passou. 

E quem me sinto e morre 
No que me liga a mim 
Dorme onde o rio corre — 
Esse rio sem fim. 

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro" 


Fernando Pessoa


2 comentários

  1. Lindo! Fernando Pessoa... um talento que merece ser lembrado né.bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito também, Ciana! Sempre Fernando Pessoa...
      Bjs!

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...