POSTAGENS RECENTES NO BLOG

COMO VAI ESSE CORAÇÃO?


O primeiro passo
Não fui eu quem deu
O segundo
Foi o poema que escreveu
Pra mim!

Eu não disse não
Mas também não disse que sim
Você disse que não
Quando quis dizer "amém"
Meu coração desenganado
Ficou assim, assim..
Pulsa descompassado agora

O tempo, amor, é traiçoeiro
Anda minando  e desbotando
Corroendo feito traça
A trama dos nossos lençóis
E o que ainda resta de nós

Vida, minha vida
Minha vida querida
Por que é que tem que ser desse jeito?
São tantos contras
Pra tão poucos prós !
Sandra May



Fonte de pesquisa da imagem: Internet








4 comentários

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail