POSTAGENS RECENTES NO BLOG

EPITÁFIO DE UM POETA (O FIM)

Hoje o meu corpo aqui jaz
Da vida apenas memórias,
Lembranças de algumas estórias
Que ficaram para trás.

Não fui bom, nem fui ruim,
Apenas mais um que viveu,
E que por aqui passou,
Que como tantos errou
E depois se arrependeu
Ao ver chegar o seu fim.

A quem nada fiz, nada peço
Mas suplico a quem magoei
O seu perdão, pois confesso,
Sem ele, paz não terei!

AQUI JAZ UM POETA
*27/04/1946  + ..... /.... /20....
                            Ed Bellows  

Ps: Poema enviado por um colaborador. 
Sandra May




3 comentários

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail