POSTAGENS RECENTES NO BLOG

CONFISSÕES

Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece...
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!
Mário Quintana

Imagem autoral (Sandra May)

4 comentários

  1. Os poemas de Quintana são perfeitos.Linda escolha Sandra!Bom fim de semana.Beijos

    ResponderExcluir
  2. Enigmático e muito bonito texto cuja imagem autoral, muito sutil, só aumenta o mistério em que as palavras do autor estão envoltas.
    Parabéns pelo texto escolhido e pela ilustração.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ao top comentarista, Edward Carvalho...
      Abç

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail