POSTAGENS RECENTES NO BLOG

REFLEXÕES

"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-se, perdemos também a felicidade."
Carlos Drummond de Andrade

2 comentários

  1. Sandra, sabe, que quando li este texto do Drumond, fiquei surpreso, pois eu o imaginava um ateu radical. Tirei conclusão errada a partir da minha análise do poema "E agora Josè?"Após a leitura deste texto e de algumas crônicas consegui perceber o lado humano e solidário do autor. Aliás, solidariedade e humanismo bem definido no poema de Mãos Dados do livro Sentimento do mundo.
    Um abraço. Tenhas um bom dia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Amigo,
    Suas conclusões me levaram a publicar aqui o poema que você citou...profundamente atual, mas na verdade, atemporal.
    Os tempos estão se tornando mais difíceis e nunca foi tão necessário andarmos de mãos dadas.
    Obrigada pela colaboração.
    Um abraço,
    Sandra Mayworm

    ResponderExcluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail