POSTAGENS RECENTES NO BLOG

SAGRADO CORAÇÃO DA TERRA

Dias cinzentos 
Ou noites azul da Prússia
Pouco importa!

Um coração quieto aguarda
O dia em que a porta se abrirá
Tempos com perfume de talco
Hálito de menta no sopro do vento.

Mesa farta e simplicidade
Necessidades  saciadas
Nada de restos ou sobras
Tudo se transformando em sustento.

Muita água de beber
Em fontes limpas e protegidas
Porque fontes são sagradas!
São concessões do Criador.

Rosto no pó e mãos remexendo a terra

Em cada lar um pequeno jardim
E com boa vontade, horta e pomar
Espaço é o que não falta
Sementes também não...

Que haja excesso de boa vontade
E que sobre vida a pulsar!.
Sandra May

Sol, fontes, sagrado, vida
Imagem de Suélen Cesário (Face Book)


















4 comentários

  1. "E que sobre vida a pulsar...". Perfeito, poeta. Teus versos são lindos. Abraços,

    Fabio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São apenas desabafos,compartilhamentos, como o transbordar das muitas águas que não cabem em mim!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Ai, Graciele!Que emocionante!
      Obrigada,
      bjs!

      Excluir

Deixe seu contato para receber notificaçõe por e mail